22 setembro 2007

Sem Medo da Nova Paisagem - DUETO



Branco Zanol é atleta do Judô. Integrou a seleção brasileira por vários anos e é detentor de inúmeros títulos nacionais e internacionais. Representou o Brasil na Olimpíada de Atlanta e em Campeonatos Mundiais.

É um grande amigo que nas horas vagas, enquanto não trabalha em suas academias e em projetos sociais ligados ao Judô, preparando jovens atletas para o futuro, escreve alguns poemas.

Aqui, com muito orgulho, eu publico um dueto que fizemos falando da vida, dos medos e aflições e do querer constante em busca do amanhã.



Sem Medo da Nova Paisagem

No pulsar da vida eu descubro // escutando o meu coração
Que sou feliz sentindo // experimentando cada sentido
O amanhecer dentro de mim // como uma faísca dentro do peito
O sol brilha para a coragem // com seus raios dourados
De encarar o novo // sem temer o amanhã
De enfrentar o desconhecido sem medo // e olhar de frente o horizonte
De perder o ritmo // que meu coração dita
E me perder // esquecendo porque sofri
Coloco outra música // aquela que minh’alma canta
Invento um novo passo // como se procurassse o destino
E dou gargalhada do inusitado // experimentando novos segredos
Passo pelas nuvens do céu // que guardam meus momentos
E minha boca aberta // escancarada para a vida
Querendo engolir o mundo // sem dó das ausências
Por tudo o que procurei e não achei // após cada passo que eu dei
Por hoje saber que na vida // isso está escrito no meu peito
Não é conseguir // é mais, muito mais do que apenas sinto
Ou achar muito mais do que isso // e que possa querer se mostrar
A vida é viver // é sentir, é amar, é saber sofrer e assim aprender.


Branco Zanol // Renato Baptista

Todos os Direitos Reservados

Nenhum comentário: