23 outubro 2007

Meu Amor



Meu Amor

Eu amo o amor amado
O amor sem fronteiras
Sem tristeza
Sem mágoa
Desprovido de angústia
Eu amo o amor pleno
O amor que Deus escreveu
Que um dia eu sentiria
O amor que ele plantou
Em minha alma
No dia da sua criação
Eu amo esse meu amor
De um jeito perfeito
Com um querer sem fronteiras
E com paixão eloqüente
Eu amo o meu amor
Mais do que tudo
Porque esse meu amor
É você.


Renato Baptista - Direitos Reservados

2 comentários:

Poeta Cumpadi Caipirinha disse...

Bão cumpadi e poeta Renato?
É cum prazê que tô visitânu seu brog e lênu suas poesia.
Fico feliz com o brog du amigu.
Inté, intão e gostei di lê ocê aqui tambéim!
Abraçu du Caipirinha!

Jorge Luiz Vargas - jhoyvargas disse...

Muito bom seu blog, amigo Renato. Seu "Meu Amor" é muito bom de ser lido e muito bonito também.
Parabéns pelos textos e pelo seu blog.
Grande abraço do Jorge Luiz Vargas (jhoyvargas)