06 outubro 2007

Sem Limites - Por Teus Pés



Sem Limites - Por Teus pés

Lindos pés
Que beijo
E afago
E bebo teus dedos
Tatuo neles
Com meus dentes
Meu fogo
Que te sobe
Pelas pernas
Que ardem
De desejo
E latejam

Arrepiadas...

con
tor
con tor CIO nis mo
nis
mo

Sem hiato sem ditongo
Só encontro flutuante
Mais corpóreo que vocálico

Fogo sobe
Água desce
Viscosa
... Contra-ataque

Pés que beijo
E tu vens descendo
E eu vou subindo
E fazemos amor
Em gangorra
Lúdico querer
De olhos virados
Es bu ga lha dos

E queimamos em fogo
Compulsivamente
Arfando... Sem ar
Depois...
Aninho-me a teus pés novamente
Antes frios e agora dormentes
E os beijo
E afago
E bebo teus dedos
Suados

E os engulo...
Sem limites
Sem pressa
Sem pudor

Até tu enlouqueceres!

Renato Baptista - Direitos Reservados

Nenhum comentário: