20 outubro 2007

Sensualidade



Sensualidade

Eu te vi dançando
Nua
Como o nosso amor
Seios apontados
Salto alto
Desejo equilibrado
Ventre doce embalado
Quadris em sintonia
Com a pele arrepiada
Sensualidade frenética
No rebolado macio
E a música te acompanhava
Às vezes sem ritmo
Por não conhecer como eu
A beleza e a sensualidade
Do teu corpo-mulher.


Renato Baptista - Direitos Reservados

Nenhum comentário: