15 novembro 2007

Invocação



Invocação

Os meus olhos choram os teus
De tão dentro de mim que você está
Meus dentes mordem os teus lábios
Pelo lado de dentro
O ar que eu respiro é o teu ar
Que você exala dentro de mim
Minha pulsação é dobrada
Porque teu coração bate
Intercalado com o meu
Dentro do meu peito
Tua vida é a minha vida
O teu amor a minha paixão
E a tua felicidade é também a minha
Sinto você a cada segundo
Sei o que você pensa
Sei o que você sente
Sei o que você faz...
... Como se fosse eu
Só o que falta
Ah, só o que falta
É caminharmos juntos
Sem mais nenhuma despedida.



Renato Baptista


Direitos Reservados

Um comentário:

L'(max) disse...

Opa Irmãozão! belo Blog Novo...
Estou por aqui meu amigo! Não escrevo mas tenho lido bastante, para ver se desengasgo algum poema aqui em mim atravessado...
Grande Abraço
ja ja eu volto pode deixar..rsrsrs