27 dezembro 2007

Como Uma Luz...



Como uma Luz...

Candelabro mágico
Velas ao vento
Chamas que me seduzem

Escorrem fios de parafina
Gotas brancas se juntam
Forma-se castelos

Derrete-se a saudade
O ar aquecido
Desejo arde em fogo

Beijos estalam no ar
As chamas lambem as bocas
Sonhos etéreos tomam forma

Ilumino teu retrato
Caio de joelhos
Sobrevivo mais um dia.


Renato Baptista

Todos os Direitos Reservados

Nenhum comentário: