06 janeiro 2008

Seus Cabelos



Seus Cabelos

Bailam seus cabelos soltos
Que me lambem o rosto sem pudor
E me contam seus segredos... De amor

Bailam seus cabelos sobre mim
E me ensinam pequenas coisas
Doces venenos que aprecio, enfim

Entrego-me ao vento que me corta o corpo
E me arranca gemidos cheios de luz
Segredos perpétuos desses seus cabelos revoltos

A luz na meia noite faz então o dia
Estrelas brilhantes se apagam e cadentes suplicam
Mais um momento completo, cheio de amor

Sopra então o vento cortante, vindo do céu
E me traz você, com seu olhar de paixão
Que me olha e me vê com seus cabelos esvoaçantes

E mais um momento se cria, daqueles que não se esquece
Vida que se torna doce lembrança eterna
Amor que pulsa e invade o peito, beija a boca, entorpece.

Magia plena que me encanta... Me seduz...

Renato Baptista
Direitos Reservados

Nenhum comentário: