07 março 2008

Sem Você



Sem Você

Tanto querer não é o bastante
Se minhas tardes se fazem nubladas
E se todas as minhas noites são frias

Tanto querer não é o bastante
Se a cada manhã, acordo
E sinto você distante como o sol

Tanto querer não é o bastante
Se minha vida sem você
É vazia, todos os dias a cada dia

Tanto querer não é o bastante
Se respiro saudade sem ar
E se meu desejo perde-se no espaço

Um tanto querer é o que sinto
E é esse tanto querer que me guia
Esse meu tanto querer que é você.


Renato Baptista

Direitos Reservados

3 comentários:

Jorge Luiz Vargas - jhoyvargas disse...

Passando para visitar o irmão da poesia e como presente, ler um lindos poemas.
Um grande abraço do amigo Jorge Luiz Vargas ao grande poeta Renato Baptista.

Claudete disse...

Mais um lindo poema, o que já era de se esperar.
Maravilhoso teu blog.
Parabéns!
Bjs!
Clau (Claudete Silveira)

Meus poemas ... disse...

Oi Renato obrigada pelo convite,aqui
estou fazendo uma visita ao teu blog.
Lindas tuas poesias.Parabéns!
Teu blog esta 1000000beijokas
Angela Maria