04 maio 2008

Viver - Beatriz Prestes



Viver

Quando olho em teus olhares
E pretendo a tua pele
É como adentrar
No desconhecido
Do que chamam paraíso
Na verdade
É melhor que isso
A perfeição dos instantes
Cheios de minúcias
Paixão adentrando
Abrindo caminho em meu corpo
Que vai aguando em vida
A minha pele tão sentida
Momentos inéditos
Que como em sonho
Custo muito a acreditar
Cada toque, é outro toque
E este outro toque
Faz-me eletrizar
Desejando momentos
De cumplicidade em paixão
Até o tom da tua voz
Recebe nova coloração
Tudo é sempre novo entre nós
Cada momento
É uma história de emoção
Em nós tudo reconhecemos
Pois somos amor
Um na alma do outro
Somos um
Assim é que vivemos

Beatriz Prestes
Direitos Reservados

Nenhum comentário: