17 agosto 2008

Ilusão // Da Minha Saudade - Dueto / Beatriz Prestes e Iza Klipel



Ilusão // Da Minha Saudade

Penso às vezes que te escuto
Julgo teu cheiro sentir
Imagino que se meus braços estender
Teus macios carinhos vou conseguir

Lanço-me à brisa dos meus devaneios
Em febre de lembranças te invento
Nas conchas das minhas mãos recolhendo-te
Unindo os meus e os teus fragmentos


Movimento meu corpo em tua busca
Cogitando tua direção
Fantasiando tantos momentos
De corpo em corpo com paixão

Recebo da ternura da tua alma
Bouquês de futuro... Gardênia em botão
Luar nascente à janela da minha saudade
Afagando-me em espírito o coração


Muda ilusão em quarto escuro
Que transforma em música o silêncio
Quer distrair meus olhos
Onde fechados cultivo meus desejos

Regando de sonhos um venturoso amanhã
Lençóis florados de felicidade
Vidas cúmplices amando-se sem sombras
Primaveras soalheiras alvorando à porta da nossa
.............................................................Realidade


Beatriz Prestes //Iza Klipel
Direitos Reservados

Um comentário:

Anônimo disse...

Oi, Padrinho!!! Quão feliz eu fico em encontrar aqui versos meus e da Bea entrelaçados. Mas também me trazem uma imensa saudade, de um tempo feliz que do meu coração jamais sairá. Obrigado, meu Querido Amigo... Pelo carinho sempre... Por este momento que em mim ficará!!! Deus te proteja... Beijo enorme no teu coração!!! Iza