11 outubro 2008

Acordes



Acordes

E então vem do céu
Trazido pelo vento
Esse tanto de amor
Que me impulsiona
E vem e se derrama
Espalha-se sobre mim
Como calda doce e quente
Fazendo de cada instante
Cada momento de vida
Um pouco de alforria
Não me cabe mais
Tanta e tanta espera
Daquelas que ardem
Fazem doer o coração
E os acordes da canção
Count on me
Reverberam na noite
E sobrevivem ao dia
Fazem do teu perfume
Que persegue meus instantes
Um brilho que comigo dança
Encanta-me e faz sonhar
Mistura lua e sol
Céu e mar
Gelo e fogo
Fazendo magia
Com meu sangue que ferve
E derrete minhas artérias
Que voltaram a viver
Após o choque sutil
Que desfez minha espera
Que faz tempo, faz tempo
Escondeu o meu luar.

Renato Baptista

Direitos Reservados

Um comentário:

Claudia Dias disse...

Momentos de tenra beleza e de sensibilidade ímpar. Um lindo poema.
Vou ler os outros todos com certeza.
Claudia Dias