11 outubro 2008

Alguns Detalhes



Alguns Detalhes

Perco-me às vezes
Nas entrelinhas escuras
Ah, como posso ser distraído assim?
Parece-me que estão escritas no ar
Duas vidas...
Uma ao teu lado, outra, sentindo a tua falta
E assim, com meus olhos cegos
Incorro no meu erro
Peço-te então que me permita errar
Deixe que em certos momentos
Eu te faça chorar
Mas nunca deixe que meus erros
Te façam errar
Entenda meus sentimentos
Meus grandes enganos
Sem nunca se deixar enganar
Se porventura eu te faço mal
É porque te amo mais do que o amor
Se te endoideço a ponto de explosão
É porque te adoro
Se me engano e atropelo tudo
É porque estou louco de paixão por ti
São esses apenas alguns detalhes
Nossos pequenos detalhes em segredo.


Renato Baptista

Direitos Reservados

Um comentário:

Claudia Dias disse...

Engraçado mesmo como poesia nos leva a sensações interiores onde nos espelhamos no texto.
Muito bom poeta.
Claudia Dias