14 novembro 2008

Turbilhão


Um comentário:

Maísa *Pupila disse...

Vistando teu espaço, meu amigo poeta!
Intenso,
não só nos versos
como também nas imagens!
Parabéns!

beijos poéticos