28 março 2009

Balada de Uma Despedida



Balada de Uma Despedida

Calculou mal os seus versos
Enganou-se no conteúdo
Atravessou caminhos sem rumo
E chegou a lugar algum
Sem rima alguma
Sem amor nenhum
Voou alto demais na sua poesia
Que se perdeu nas nuvens
Não cuidou do que devia
Descuidou de si
E seus beijos morreram
Seus versos morreram
E nada sabe mais
Fez da sua poesia você
Dos seus poemas sua vida
Fez da plenitude encanto
E se esqueceu do principal
Sua poesia não basta mais
Seus abraços não a alcançam mais
Sua saudade é ignorada
E só o vento forte o faz respirar
Como um doente terminal
Entubado pelo amor sem jeito
Vegeta então com seus versos sem graça
Porque perderam o seu amor
E segue sem chão, sem amanhã
Sem você, sem nada mais
Então ele se despede
Encharcado por lágrimas incontidas
Dessa mentira que foi sua poesia
Despede-se do ontem, do hoje
E de tudo que não pôde fazer
Despede-se do que foi
E do que não conseguiu ser
Diz adeus ao ódio
Ao ciúme mortal
Esperando que um dia
Seus poemas voltem a brilhar
Que a vida lhe sorria
E que você volte a cantar.


Renato Baptista

Direitos Reservados

3 comentários:

Retalhos de Amor disse...

Caminhos sem estribilhos
Onde o silêncio diz mais!!!
Tão triste que minh'alma calou!!!
Beijo, meu Amigo...
No coração!!!
Iza

Renato Baptista disse...

Nas tritezas que invade a alma pelos caminhos dessa vida, as palavras simples de um poetar criam significados letentes.
Vai-se entre real e irreal, fala-se por muitos e sempre dizemos pouco....muito menos do que deveráimaos das nossa verdades.
Obrigado afilhada pelo carinho sempre. Beijos em todos aí em casa.
Renato Baptista

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Renato,Amigo Amado...
despedir-se do que "foi e não conseguiu ser" é altamente doloroso,como todas as formas de adeus. Perder "o brilho", ainda que seja dos versos, é mortal de ler/viver.Talvez a incapacidade de conseguir poetar como "desenhas" nos teus Lindos versos dessa poesia grandiosa.Mas quando alguém sente e como poeta"tenta versar",há sempre uma chance...e há que buscá-la.
Lindíssima, ainda que tons tristonhos,mas que nos enche olhos e alma,Amigo. Bjs
Veronica-Noic@