25 abril 2009

Anjo do Amanhecer


Anjo do Amanhecer

Abençoa-me com teu olhar
Derrama em mim teu azul
Brilha com tua inocência
Escuta-me
Diga-me
Sinta-me
Como se o céu fosse teus olhos
Como se tua pureza fosse minha guardiã
Como se me protegesses
Dos males o mundo
De tão anjo que és.

Renato Baptista
Direitos Reservados

2 comentários:

Retalhos de Amor disse...

Abençoado Anjo este que em tua
vida/poesia pousou, Padrinho!!!

Mais um belíssimo e emocionado
Poema!!!

Beijos, meu Amigo...
no coração!!!
Iza

Renato Baptista disse...

Anjo que vem, anjo que vai....asas que são asas mesmo.
Beijo*