05 abril 2009

Sobre o Tal de Amor...



O amor é o ridículo da vida. A gente procura nele uma pureza que está sempre se pondo...

Cazuza

E na vida, sempre
Temos que lidar com escolhas
Escolhas impostas, às vezes
Que viverão momentos apenas
E outras que simplesmente
Escolhemos, porque assim preferimos
Quando essa escolha é a troca de amor
É porque aquele amor não era amor
Era o ridículo da vida
Era porque ele nasceu morrendo.

Renato Baptista
Para copiar e guardar.

Nenhum comentário: