09 maio 2009

Expectativa – Quebra de Etiqueta


Expectativa – Quebra de Etiqueta


Sofrimento por querer
Angustiante expectativa
Desnorteio e calamidade
Na maldade anunciada
E volta o desespero
Da palavra mal escrita
E que virou poesia eterna
Sem querer, sem jeito
E que virá a maltratar o coração
E a sombra do desajuste
No rosto do poeta
Não sai, não escapa
Porque se fez por querer
Tal instigante caricatura poética
E encobre a serenidade
Do amor puro e verdadeiro
Arrancando choro da alma inconsciente
Sem nenhuma consciência
Sem dó alguma
Sem rancor
Sem medos

Apenas descaso da vida
Apenas impulso de desejo
Sem o menor sentido
Apenas uma pena...

Renato Baptista
Direitos Reservados

Um comentário:

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

"sem o menor sentido...(...)Apenas uma pena(...)" e assim são, especialmente atos impensados, "testes"...arroubos sem a profundidade do que seja verdadeiro...mas ato, incontrolável ato em fúria, de alucinante expectativa...E que em versos, se tornou belo. Bjs