29 maio 2009

FIBHAIKU - EU



Eu
tenho
meu amor
meu mistério
nem te conto nada
apenas falo das estrelas.

Renato Baptista

2 comentários:

Anônimo disse...

Sua poesia, Renato, sempre leva quem lê a pensar em tudo o que existe nas entrelinhas. Por isso a gente sonha.
Abraço do
Théo Drummond

Renato Baptista disse...

Théo meu Mestre...
Você não imagina quanta honra vai aqui quando leio um comentário seu aqui nas minha páginas.
Um orgulho danado isso.
Abraços*