16 maio 2009

Serenidade



Serenidade

Nessa lua a descoberta
Arte plena e serena
Cândida menção solene
Que cabe em um abraço
Abraço apertado
Que na espera se refez
Despertou de imediato
Sem pensar, sem remédio
Como assim deveria ser
Há tanto que nem sei
E tal golpe fatal
Enterneceu o peito
Que vinha sem jeito
Pelos caminhos tortos
E se fez em beijo o carinho
Se fez o carinho presença
Como assim deveria ser
Há tanto que pensei
Qual lua ama tanto?
Não há razão na razão
E por isso a lua brilha
Branca, meio trêmula
Mas linda como nunca
Como arte pura
Como poesia que renasce
E que desnorteia
Que não deixa que se veja
O rumo que o caminho conduz
E o tempo se mistura
Passa sem que o percebamos
O pensamento voa
E o céu se torna mais azul
Em pleno prenúncio de inverno
Mesmo inverno que abraçou
O primeiro beijo de amor.

Renato Baptista
Direitos Reservados

4 comentários:

Beatriz Prestes disse...

Renato.....

Um dos momentos teus mais lindos e plenos em poesia!
Cada verso é como um desabafo, onde a emoção vibra além do que qualquer humano possa conceber.
Lindo e pleno. Para mim....uma emoção.
Beijo com carinho
Bea

Renato Baptista disse...

COMO DIZ O POEMA...

E o tempo se mistura
Passa sem que o percebamos
O pensamento voa
E o céu se torna mais azul

EMOÇÃO E TEMPO SE MISTURAM E CADA VERSO SE SOBREPÕE NO ESPAÇO EM BUSCA DE SERENIDADE QUE RETORNA... ALGO QUE NÃO ESCREVI... APENAS SAIU POR MINHAS MÃOS... TAL QUAL DESABAFO DEPOIS DE UM HIATO DESMEDIDO.
OBRIGADO DE CORAÇÃO POR SUA VISITA AQUI NO MEU POEMA.
UM BEIJO* GRANDE E VOLTE SEMPRE....COMO DIZEM: - A CASA É SUA TAMBÉM..RS

Veronica de Nazareth-Noic@ disse...

Amigo...Camarada...

acho que o primeiro beijo sempre é abraçado pela primavera, mas...vá lá que seja pelo inverno, que nem fez diferença, pela beleza dos versos. Estás totalmente "ausente" do meu blog,né...pq?rsrs.
Olha tuas postagens "mais embaixo":em quase todas eu estou presente...rsrs.Bjs

Renato Baptista disse...

Veronica Poeta e amiga...

Tanto faz a estação, o que importa é a sensação quando ela é para valer...rs
Beijos e obrigado pelo carinho da visita.
Renato*