09 outubro 2009

Aquela Moça


Aquela Moça

Moça que, linda, caminhou
nos sentidos do meu coração.
Transbordou carinho pelo que sou
Amou-me manhosa e se fez paixão.

Sei onde anda essa moça linda
que se escondeu em seus segredos,
mas espero seu carinho ainda
enquanto beijo sua foto em relevo.

Essa moça existe e me fez o que sou
Ela persiste em meus sonhos,
me faz feliz com o que me deixou.

Hoje guarda no seu peito o meu calor
Fez-me entender o que é a tal saudade
e ainda traduzirá em poesia o seu amor.

Renato Baptista

Um comentário:

LeeK disse...

belo dedinhar da moça,são afagos na lembranças,desejos que persistem...insistem reelembrar..
bela moça.

parabens