30 outubro 2009

Conto do Canto de Uma Sereia


Um dedo de prosa não faz mal a ninguém...


Conto do Canto de Uma Sereia

Em algum ponto entre Dublin e Aracati no Ceará, reina Maria Adelaide, filha de Pai navegador Irlandês com Mãe Cearense.
Maria Adelaide era Senhora da Ilha do Bom Abrigo, rainha dos navegantes e musa dos marinheiros. Mulher das pernas lindas, quadris grandes e robustos, seios duros, maduros e empinados, um anjo que espantava a sua solidão acolhendo os viajantes que chamava com seu canto delicado e enfeitiçador. Única mulher naquele fim de mundo. Uma Deusa maquiada, endiabrada, sempre pintada para a guerra.
Um dia, engravidou de um marinheiro errante, sem pátria como ela, que nascera a bordo de um navio sem bandeira. O tempo passou e nasceu do seu ventre uma menina linda. Maria enlouqueceu. Nascera a sua sombra para a alegria dos navegadores.
A menina virou moça e não quis aquela vida... Não quis ser a Maria Adelaide dos navegantes naquela ilha. E assim, virou sereia, mergulhou no mar e sumiu.
Maria Adelaide morreu de tristeza e a ilha submergiu para sempre.
Há notícias hoje de que há uma ilha no Atlântico Norte, mas que não consta em nenhum mapa, que é muito freqüentada por marinheiros errantes.
Na praia, está em evidência uma estátua de bronze. A escultura de uma sereia. Em baixo da escultura uma placa com os dizeres : -Aqui renasceu Maria Adelaide – A Deusa dos Mares.
Dizem que seu canto se escuta ao longe até hoje, causando intempéries nos sete mares e enfeitiçando os marinheiros e navegantes.

Sereias são eternas nas nossas mentes.


Renato Baptista

3 comentários:

Graça disse...

Que lindo, Renato!!!
É um dos contos mais lindos e originais que já vi... é criação sua?
Pergunto porque nunca ouvi falar na tal sereia...rsrs
Maravilhoso, bem descrito, nossa!
Interessantíssimo.
Vim convidar-te, amigo, a visitar-me no meu blog botoesmadreperola.blogspot.com
onde participo de uma blogagem coletiva com um Projeto Educacional na luta contra a violência.
Se puder aparecer, ficarei grata, pois sua opinião é muito importante para mim.
Um grande abraço!

Graça disse...

Renato, que bom que você foi aos 'botões'...
Vejamos: é fácil! entre no blog
mixdeinformacao.blogspot.com
após escrever o seu texto de adesão à não-violência, para informar nossa amiga Beta que você tb está participando. Ela vai colocar o seu blog lá.
Para começar, vá novamente no meu e clique no banner MIX CULTURAL, ou vá direto no blog citado acima, para se informar melhor.Qualquer dúvida é só dizer.
Abraços!!!
Sei que a sua contribuição será muito especial.

Maria João disse...

Bom dia, Renato. Visitando o seu blog e aproveitando pra desejar um bom Domingo e uma boa semana. Já conhece o Estatuto do Poeta? Descobri e postei no meu blog. Acho que vc vai gostar ;-)