07 setembro 2010

Colar

7 comentários:

Helen De Rose disse...

Gostei do seu estilo, estou aqui visitando pela primeira vez, até mais ler....

Sonhadora disse...

Meu amigo
Como entendo o que diz no seu poema.
Realmente o tempo por vezes passa lento...quase parado.
Adorei.

Beijinhos
Sonhadora

Beatriz Prestes disse...

"Pérolas são lágrimas
Gotas serenas por fora
Cheias de medo por dentro"

Que descrição poética mais linda e perfeita do sentir!
Poema inteiro, cada verso, faz uma lágrima repleta brotar.
Lindo demais!
Beijo
Bea

Karina Aldrighis disse...

quando se ama, o tempo do reencontro demora a chegar...beijos

Valéria disse...

Suas palavras , seus poemas, enfeitam ainda mais os meus dias de sol e alegram minhas tardes melancólicas nubladas.
Abraços!

Arnoldo Pimentel disse...

Bela poesia, tem selos no meu blog
http://ventosnaprimavera.blogspot.com
passe lá e pegue, tudo de bom pro amigo.

Carmem Teresa disse...

Em palavras, a essência da pérola, que nasce da dor da ostra...a mesma essência do sentimento que encanta, fascina e faz sofrer...