12 janeiro 2012

Pintura Poesia

Esse teu jeito que me pega de jeito...
Agita o instante na dança do tempo

E vem o delírio na pose bendita
que me chama e grita

E a tela se pinta de paixão
Sem compostura nem nada

Alças voo sem pensar, e me olha e me chama
E me queima sem jeito, daquele jeito que só você sabe...

Pintura poesia se forma e se deita.

Renato Baptista


Um comentário:

SolBarreto disse...

"Esse teu jeito que me pega de jeito...
Agita o instante na dança do tempo"

Adorei a poesia...